1

Colaboradores

Arthur Hussne

Formado em História pela USP, graduando em Direito na mesma instituição. Professor de filosofia e sociologia.

Beatriz Toledo

É artista visual e tenta fazer outras coisas. Formada pela ECA/USP, tem mestrado de Fotografia e Arte Contemporânea na Université Paris 8 na França. Beatriz trabalha na direção de espaços artísticos como La Maudite/Paris e Tormenta/Medellin. Em seu trabalho, se encontram pedras, caminhadas, cartografia, representação científica de objetos e uma pesquisa sobre relações hierárquicas.

Bento Prado Jr. (1937–2007)

Filósofo, professor da USP e também da UFSCAR. Autor, entre outros, de Presença e campo transcendental: consciência e negatividade na filosofia de Bergson (1989) e Erro, ilusão, loucura (2004).

Bernardo Mello Franco

Jornalista, que já trabalhou no Jornal do Brasil e na Folha de São Paulo. Hoje é colunista do jornal O Globo e comentarista da rádio CBN. Autor do livro Mil Dias de Tormenta — A crise que derrubou Dilma e deixou Temer por um fio (2018)

Camila Gui Rosatti

É doutora em Sociologia pela Universidade de São Paulo (2016). Atualmente realiza pesquisa de pós-doutorado na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP), na área de concentração em Fundamentos Sociais da Arquitetura e do Urbanismo.

Carlos Fausto

Doutor em antropologia pela UFRJ, realizou pós-doutorado no Laboratoire d'Anthropologie Sociale (Collège de France/CNRS) e foi professor visitante na École Pratique des Hautes Études, na École des Hautes Études en Sciences Sociales, na Universidade de Chicago e no Center for Latin American Studies da Universidade de Stanford. Autor, entre outros, de Inimigos Fiéis. História, Guerra e Xamanismo na Amazônia (2001).

Celso Rocha de Barros

Doutor em sociologia pela Universidade de Oxford e colunista do jornal Folha de São Paulo.

Christian Laval

Professor de Sociologia e pesquisador na Universidade de Paris Oueste Nanterre La Défense. Publicou com Pierre Dardot, Sauver Marx (2007), La Novelle Raison du Monde (2009), Marx, prénom: Karl (2012), Commun (2014) e l’ombre d’Octobre (2017).

Cícero Araújo

Professor titular de teoria política do Departamento de Ciência Política, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas — FFLCH/USP.

Daniela Mountian

É tradutora do russo, designer e criadora da Kalinka, editora dedicada a autores russos. Fez pela USP graduação em história, mestrado em letras sobre Fiódor Sologub e doutorado-sanduíche sobre Daniil Kharms, com estágio de um ano no Instituto de Literatura Russa (Casa de Púchkin), em São Petersburgo. Atualmente é pós-doutoranda em Teoria Literária e Literatura Comparada (USP) com a pesquisa Literatura infantil russa e brasileira: uma análise comparada (1919–1943) (com apoio da Fapesp, processo 2017/24139-9), também com estágio de um ano na Casa de Púchkin (BEPE processo 2019/05678-1).

Eleutério F. S. Prado

Professor titular e sênior do Departamento de Economia da FEA/USP. Autor, entre outros, de Economia, Complexidade e Dialética (2009).

Fernando Rugitsky

Professor da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA/USP) e pesquisador principal do Mecila (Maria Sibylla Merian Centre Conviviality-Inequality in Latin America). É doutor em economia pela New School for Social Research (EUA), mestre em direito econômico pela USP e bacharel em direito e em economia pela mesma instituição. Em 2020, está em Cambridge (Reino Unido), como Visiting Scholar do Centre of Latin American Studies da Universidade de Cambridge.

Fernão Pessoa Ramos

Professor titular de cinema do Instituo de Artes/Unicamp, autor de Mas afinal o que é mesmo documentário? (2008) e A imagem-câmera (2012). Foi coeditor da Nova História do Cinema Brasileiro (2018).

Jorge Sallum

É editor e fundador da editora Hedra. Formado em história na Universidade de São Paulo, fez também fez mestrado no Departamento de Letras Clássicas, tendo como objeto de pesquisa textos retóricos platônicos ligados ao círculo filosófico de Proclo. Foi militante do Partido Comunista Brasileiro no final dos anos oitenta, quando iniciou seus estudos em russo. Traduziu com Tatiana Larkina o poema O que é bom, o que é ruim (2012), de Maiakóvski.

Josué Medeiros

É professor do Departamento de Ciência Política da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e do Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ).

Juliette Grange

Professora de filosofia na Universidade François Rabelais/Tours. Especialista no pensamento francês do século XIX. Autora, entre outros, de Auguste Comte. La politique et la Science (2000), l'Idée de république (2008), Pour une philosophie de l'écologie (2012) e Les Néoconservateurs (2017).

Laure Heymans

Belga, nascida em Bruxelas, Laure Heymans cursou filosofia na Universidade Livre de Bruxelas, onde estudou a noção de proletariado na obra de Marx. Curiosa por diversos assuntos, foi professora de francês para estrangeiros, toca piano todas as manhãs e faz passeios diários pela floresta para ouvir os pássaros. Sonha, ainda, com o dia em que os trabalhadores do mundo inteiro entenderão a necessidade de um regime político e de uma sociedade mais justa.

Leda Maria Paulani

Professora aposentada do Departamento de Economia da Universidade de São Paulo. Autora de Modernidade e Discurso Econômico (2005) e Brasil Delivery (2008).

Leda Tenório da Motta

Professora no Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica da PUC/SP. Autora, entre outros, de Roland Barthes- Uma biografia intelectual (2011), Barthes em Godard (2015) e Rumores da Língua e desditos da fotografia de arte (2018).

Leonardo Loureiro Nunes

Empregado público federal, é doutorando em Economia pela Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne.

Luiz Marques

Professor do Departamento de História do IFCH/Unicamp. É doutor em história da arte pela EHESS, Paris. Foi curador-chefe do Museu de Arte de São. Seus campos de pesquisa são as artes figurativas do Renascimento italiano e as crises socioambientais contemporâneas.

Manuela L. Picq

É ativista, jornalista, e professora de Relações Internacionais da Universidad San Francisco de Quito, Equador, e de Ciência Política e estudos de gênero e sexualidade em Amherst College, Massachusetts. Ela é autora de Vernacular Sovereignties: Indigenous Women Challenging World Politics (2018), coeditora de quatro livros e artigos em revistas acadêmicas e jornais sobre sexualidades e política indígena na América Latina. Ela tem um pé no Equador e outro nos Estados Unidos, e o coração na Guatemala.

Marcela Vieira

Formada em Letras pela USP, fez mestrado em tradução na Universidade Paris 8. É tradutora, ex-editora da Revista Fevereiro e cofundadora e curadora do site de arte aarea. Atualmente faz doutorado em cotutela entre a USP e a Paris 8 e estuda a importância da tradução da obra de Marquês de Sade no século XXI.

Marcelo Coelho

Mestre em Sociologia pela FFLCH-USP e articulista da Folha de S. Paulo. Escreveu, entre outros, Crítica Cultural: Teoria e Prática (Publifolha), Montaigne (Publifollha), Patópolis (Iluminuras) e Jantando com Melvin (Iluminuras).

Márcia Cunha

Pesquisadora associada ao Sophiapol e à Rede Interdisciplinar de Pesquisadores. Autora de Os Andaimes do Novo Voluntariado (2010).

Márcio Suzuki

Professor de estética do Departamento de Filosofia da USP. Autor, entre outros, de O Gênio Romântico (1998) e A forma e o sentimento do mundo (2014).

Marcos Nobre

É presidente do Cebrap e professor de filosofia da Unicamp. Publicou Imobilismo em Movimento e Como Nasce o Novo

Matheus Bedendo

Bacharel em Física e em Filosofia pela Universidade de São Paulo e doutorando em Ética e Filosofia Política pela mesma instituição.

Michael Löwy

Sociólogo formado na Universidade de São Paulo, vive em Paris desde 1969. Diretor emérito de pesquisas do Centre National de la Recherche Scientifique (CNRS). Homenageado, em 1994, com a medalha de prata do CNRS em Ciências Sociais. Autor, entre outros, de La Théorie de la révolution chez le jeune Marx, Walter Benjamin: avertissement d’incendie e Écosocialisme.

Nicolau Spadoni

Mestrando em Filosofia na Universidade de São Paulo. Pesquisa a noção de belo em Hegel. É membro do Red Latinoamericana de Investigaciones en Prácticas y Medios de la Imagem.

Patrícia Mourão de Andrade

Pesquisadora e curadora. Pós doutoranda no departamento de Artes Visuais da Universidade de São Paulo. Doutora em cinema pela mesma universidade, com período sanduíche na Columbia University. É curadora das sessões de filmes de artista na Semana dos Realizadores (Rio de Janeiro). Em 2017 foi a programadora convidada do Doc's Kingdom — Seminário Internacional do Filme Documental, em Arcos de Valdevez, Portugal. Programou mostras de cinema no Brasil e no exterior, entre as quais Integrale Andrea Tonacci (Cinéma du Réel, Paris, 2017), Cinema estrutural (Caixa Cultural, 2015) e Jonas Mekas (CCBB, 2013). Organizou ou co-organizou publicações sobre os cineastas David Perlov, Harun Farocki, Jonas Mekas e Pedro Costa.

Patricia Zandonade

Doutora no Programa de Pós-Graduação em Energia — Ambiente e Sociedade da Universidade Federal do ABC, desenvolvendo pesquisa com a temática da mobilidade urbana e desigualdade na utilização energética nas metrópoles. Professora Adjunta da Universidade Federal da Integração Latino-Americana.

Paulo Amaral

Mestrando em Filosofia na Universidade de São Paulo com pesquisa sobre liberdade e configurações políticas na filosofia de Hegel.

Paulo Arantes

Professor senior do Departamento de Filosofia da USP. Autor de, entre outros, Hegel: a ordem do tempo (1981), Extinção (2007) e O Novo Tempo do Mundo (2015).

Pedro Paulo Pimenta

Professor livre-docente no Departamento de Filosofia da USP. Traduziu escritos de Hume, Gibbon, Diderot e d’Alembert, entre outros. É autor, entre outros, de A Imaginação Crítica. Hume no Século das Luzes (2013) e A Trama da Natureza (2018).

Pierre Dardot

Filósofo e pesquisador da Universidade Paris-Ouest e Nanterre-La Défense. Autor, com Christian Laval, de Sauver Marx? (2007), La Nouvelle Raison du Monde (2009), Marx, prénom: Karl (2012), Commun (2014) e L’ombre d’Octobre (2017).

Rafael Carneiro

Artista visual.

Roberta Nicolete

Pós-doutoranda no Departamento de Ciência Política da USP. Autora de Quando a política caminha na escuridão — interesse e virtude n’A Democracia na América de Tocqueville (2018).

Roberto Fragale Filho

Escritor mais que bissexto, cuja pena é usada profissionalmente na magistratura do trabalho, Roberto Fragale Filho é descendente de uma linhagem de alfaiates e professoras, mas nunca coseu um fato, nem pregou um botão, embora tenha terminado dando aulas na Universidade Federal Fluminense. Publicou o desconhecido livro de contos 5.600 caracteres com espaços (2014) e produziu o documentário Eu, um Outro (2019), de Maiara Líbano, que ainda não passou nas TVs públicas.

Roberto Torterolli Junior

É ilustrador, artista visual, formado em Comunicação Social, frequentou os cursos de Modelo Vivo e Gravura na EAV — Escola de Artes Visuais do Parque Lage, no Rio de Janeiro. É ainda professor de Ilustração Experimental e Cultura Pop na Miami Ad School.

Ruy Fausto (1935–2020)

Professor emérito da USP (Filosofia), doutor de Estado pela Universidade de Paris I e ex-maître-de conférences da Universidade de Paris 8, é autor de vários livros de filosofia e de política, em português e em francês, entre os quais Sentido da dialética (Marx: Lógica e Política), (3 vols: Brasiliense, 1983, 1987; ed. 34, 2002: reed. Vozes, vol I, 2015), e Caminhos da esquerda, elementos para uma reconstrução, Companhia das Letras, 2017.

Tatiana Roque

É professora de matemática, história das ciências e filosofia da UFRJ, e coordenadora do Fórum de Ciência e Cultura. Autora de História da Matemática.

Vladimir Safatle

Professor titular do Departamento de Filosofia da Universidade de São Paulo. Autor, entre outros, de Cinismo e Falência da Crítica (2008), O circuito dos afetos (2015) e Dar corpo ao impossível (2019).